Entre em contato conosco

O incrível concreto da Roma Antiga

  • O incrível concreto da Roma Antiga

O incrível concreto da Roma Antiga

05 outubro, 2017
Por : Instituto IDD
Comentários : 0

Recentemente foi descoberta pelos cientistas a incrível resistência do concreto criado na Roma Antiga. Os pesquisadores conseguiram desvendar os componentes químicos que havia no material romano e como ele resistiu à erosão de milhares de anos.

As barragens marítimas construídas na Roma Antiga utilizavam uma mistura de cal e cinzas vulcânicas para manter as rochas unidas. Agora, cientistas descobriram que elementos do material vulcânico reagiram com a água do mar, fortalecendo a construção.

Os cientistas acreditam que esse desenvolvimento de materiais de construção pode gerar menos impacto ambiental.

A mistura moderna do concreto acaba erodindo com o tempo, já a versão romana em vez de erodir, se torna cada vez mais resistente com a exposição ao meio ambiente, especialmente com a presença da água do mar, segundo a pesquisa publicada no periódico científico American Mineralogist.

Em alguns testes realizados anteriormente com amostras de barragens, os pesquisadores apontaram que o concreto romano contém um mineral raro chamado tobermorita de alumínio. Eles acreditam que essa substância se cristalizava na cal conforme a mistura romana se aquecia ao entrar em contato com a água do mar.

Os novos testes mais detalhados foram  realizados com um microscópio de elétrons para mapear a distribuição dos elementos , além de outras técnicas como o raio-x de microdifração e espectrocopia Raman.

 

 

PREVENÇÃO A RACHADURAS

Os pesquisadores afirmam que a água do mar contribuiu para que esses cristais continuassem a crescer ao longo do tempo, fortalecendo o concreto e prevenindo o surgimento de rachaduras.

Marie Jackson, cientista da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, e principal autora da pesquisa, diz que, "contrariando os princípios do concreto moderno baseado em cimento, os romanos criaram um concreto parecido com uma rocha que se beneficia da troca química com a água do mar". "É algo muito raro na Terra."

A mistura antiga é bem diferente da abordagem moderna. Os edifícios são construídos com concreto baseado em cimento Portland. Isso implica em aquecer e triturar uma mistura de diversos ingredientes, como calcário, arenito, cinzas, giz, ferro e argila. Esse material depois é misturado com "agregadores", como rochas ou areia, para erguer estruturas.

Alguns fatores tornam a abordagem do concreto romano mais desafiadora, pois há falta de rochas vulcânicas adequadas. Outra razão que a torna difícil é saber as quantidades da mistura empregada.

Para descobrir essa fórmula serão necessários anos de testes.

 

 

Achou relevante essa informaçãoCompartilhe com seus amigos e deixe a sua opinião nos comentários!

Nos acompanhe também pelas redesFacebookLinkedinInstagram e Twitter.

 

Fontes: BBC, Blog da Engenharia
Imagens: Veja
Vídeo: How seawater strengthens Roman concrete - University of Utah

EXPANDA SEU CONHECIMENTO
RECOMENDADO PARA VOCÊ
Deixe seu comentário
  1. Seja o primeiro a comentar.
IDD NEWS
12 de dezembro de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Aprenda a especificar e executar pisos industriais

Hoje vamos te mostrar como especificar e executar os pisos industriais, pois todo projetista deve conhecer o tipo do terreno, as características da área, o nível da agressividade (...)

08 de dezembro de 2017
Gestão e Construção
Por: Instituto IDD

3 dicas para elaborar um incrível orçamento de obras

Todo engenheiro, do orçamentista ao gerente de obras deve saber que o orçamento é uma das partes mais importantes de um projeto. Esse documento serve para avaliações(...)

07 de dezembro de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Conheça tudo sobre a laje protendida!

As lajes protendidas são também conhecidas por lajes com armaduras ativas, são aquelas cujo aço passa pelo processo de protensão.A técnica de protensão(...)

05 de dezembro de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Tecnocimento: tudo o que você precisa saber!

Aqui no Brasil foi desenvolvida uma tecnologia inovadora para o cimento: o tecnocimento. É visto no mercado um uso crescente desse novo material. Diferente do acabamento polimé(...)

01 de dezembro de 2017
Conteúdo Especializado
Por: Instituto IDD

4 aplicativos incríveis para o dia a dia do Engenheiro!

Algumas ferramentas que antes só estavam disponíveis para computadores de mesa e calculadoras científicas, hoje podem ser instaladas em qualquer dispositivo.Confira: - P(...)

30 de novembro de 2017
Engenharia Civil
Por: Instituto IDD

Conheça o Holedeck: sistema de laje que economiza mais concreto

Você já conhece o Holedeck? É um sistema de lajes inovador que gasta 55% menos de concreto que aquele usado há tempos nas construções.  COMO FUN(...)