Imagem
Pós-Graduação

Fundações e Contenções

Início previsto: setembro de 2022

CENÁRIO ATUAL E MERCADO DE TRABALHO

As obras de fundações têm passado por grande evolução recentemente. E mais que as técnicas de execução em si, as técnicas de projeto são constantemente revisadas e atualizadas.

Algumas dessas evoluções vieram com a publicação da atual Norma de Fundações, a NBR 6122/2010. A norma de 2010 veio apresentar o uso de coeficientes de segurança parciais. Obtidos a partir de técnicas de inferência estatística, esses coeficientes vêm possibilitar a garantia da segurança da fundação em função da variabilidade da resistência do solo. Isso fez com que em diversas situações, o coeficiente de segurança médio acabasse se tornando maior que o coeficiente global 2,0 especificado pela norma anterior. Por outro lado, esta mesma norma passou a tornar obrigatória a execução de ensaios para comprovação de desempenho das fundações, os quais requerem interpretação e comparação com as previsões. Esses ensaios tratam-se do monitoramento de recalques de um edifício (obrigatório para edifícios altos, estruturas muito esbeltas e estruturas onde a carga variável seja grande em relação à permanente), fazendo com que a previsão de recalques se tornasse importante para a comparação com os resultados medidos.

Outro ensaio que passou a ser obrigatório é a prova de carga estática, que requer conhecimento específico para a sua correta interpretação e obtenção de resultados a serem comparados com os critérios de projeto. As provas de carga estática, em determinadas situações, podem ser substituídas pelos ensaios de carregamento dinâmico. Estes baseiam-se na propagação da onda unidimensional de compressão ao longo da estaca e requerem uma análise matemática rigorosa para a separação dos efeitos dinâmicos decorrente da propagação desta onda da resistência estática - resistência que poderá ser utilizada por uma estaca ao longo de sua vida útil.

Além da Norma de Fundações, foi publicada recentemente a Norma de Desempenho de Edifícios Habitacionais, NBR 15575/2013, a qual também trouxe alguns requisitos adicionais ao campo das fundações e contenções. O mais impactante destes requisitos para as fundações foi o fato da norma exigir uma distorção angular máxima de 1:500. Esta foi a primeira vez que se especificou em norma um limite para recalques diferenciais a ser adotado em projeto. Este limite alterou a forma como projetos de fundação são feitos e analisados, pois trouxe a necessidade da verificação dos Estados Limites de Serviço (ELS), além dos Estados Limites Últimos (ELU), sendo que estes recalques são fortemente dependentes das deformações do maciço de solo como um todo, enquanto as fundações são dimensionadas para o ELU considerando-se a capacidade de carga de cada elemento isolado. Esta é a razão pela qual a filosofia do projeto de fundações foi alterada por este requisito da Norma de Desempenho, pois ele tornou obrigatória a visualização da fundação de uma edificação como um todo. Quanto às contenções, um dos principais pontos da Norma de Desempenho é a exigência de estanqueidade das mesmas ao longo da sua vida útil, o que deve ser observado no projeto e execução das mesmas.

É diante desse contexto e por acreditar na importância das áreas e de sua atualização dentro da engenharia civil, que o IDD - Educação Avançada, oferta o curso de pós-graduação em Fundações e Contenções, abrangendo com profundidade as evoluções e novas aplicações de trabalho nessas áreas.

 

OBJETIVOS DO CURSO

Ao atualizar os alunos sobre as mudanças nas áreas de fundação e contenção e prepará-los para os desafios do mercado nos referentes campos, apresentando métodos e alternativas de trabalho, o curso fornece conhecimentos e ferramentas aos alunos e profissionais para que possam:

1. Analisar sondagens de solo e obter parâmetros a partir das mesmas;

2. Especificar o tipo de sondagem de acordo com o resultado desejado;

3. Fiscalizar as sondagens e sua correta execução;

4. Fazer análises de confiabilidade de fundações;

5. Projetar fundações para diferentes situações de solo e carregamentos, incluindo previsões de recalques (projetos em ELU e ELS);

6. Executar fundações e contenções;

7. Controlar fundações;

8. Interpretar provas de carga estática e ensaios de carregamento dinâmico;

9. Projetar contenções, incluindo considerações quanto às deformações dos sistemas de contenção;

10. Conhecer a utilização de novas técnicas e produtos relacionados com a área;

11. Pesquisar soluções para problemas de engenharia.

 

PÚBLICO-ALVO

O curso de pós-graduação do IDD - Educação Avançada, em Fundações e Contenções destina-se aos estudantes e graduados em engenharia civil que atuam ou desejam atuar na área.

 

+ DO CURSO

Um dos cursos mais novos do IDD - Educação Avançada, com primeira turma em 2017, dá continuidade a excelência da Pós IDD - Educação Avançada, contando com docentes reconhecidos nacionalmente como profissionais de referência nas áreas acadêmica e prática.

Modalidade: on-line

Carga Horária: 440 h.a.

Periodicidade: Mensal

Horário das Aulas:
Sexta-feira: 18h30 às 22h55 | Sábado: 08h00 às 12h25 e 13h30 às 17h55 | Domingo: 08h00 às 12h25

Tenho interesse neste curso!

Investimento

Taxa de inscrição: R$ 175,00

 

24x de R$ 685,00
Consulte-nos para opções de descontos e parcelamentos!

O que você irá aprender

Tópicos Avançados em Mecânica dos Solos;
Geologia de Engenharia e Investigação Geotécnica;
Risco e Segurança;
Sondagens - Análise e Obtenção de Parâmetros Geotécnicos;
Projeto Estrutural de Sapatas, Radiers, Blocos sobre Estacas e Estacas. Projeto Estrutural de Cortinas de Contenção;
Fundações Superficiais - Projeto, Execução, Controle, Recalques;
Projeto de Fundações Profundas;
Previsão e Monitoramento de Recalques e Interação Solo-Estrutura;
Execução de Fundações e Controles;
Projetos de Cortinas de Contenção e Muros de Arrimo, Incluindo Previsões de Deformações;
Projetos de Cortinas de Contenção e Muros de Arrimo, Incluindo Previsões de Deformações;
Projetos de Taludes - Abordagens Determinística e Probabilística;
Provas de Carga Estática - Execução e Interpretação;
Projetos de Fundações Mistas;
Instrumentação Geotécnica;
Patologia e Reforço de Fundações;
Geosintéticos;
Ensaio de Carregamento Dinâmico e Dinâmica de Cravação de Estacas;
Técnicas de Reforço e Melhoria de Solos;
Estacas de Energia Geotérmica;

Corpo Docente

Você em contato direto com alguns dos principais professores do mercado
Luiz Henrique Felipe Olavo, M.Sc.
Coordenador
Ensolo - PR
Eduardo Dell'Avanzi, Dr.
Professor
Palestrante Convidado - PR
Carlos Medeiros Silva, Dr.
Professor
EMBRE - DF
Luiz Russo Neto, Dr.
Professor
PUC - PR
Nelson Aoki, Dr.
Professor
USP - SP
Filipe Guedes Sanches, M.Sc.
Professor
AS Estruturas - PR
Bianca Penteado Tonus, M.Sc.
Professor
UEPG - PR
Rafael Marin Valverde, M.Sc.
Professor
USP - SP
André Fanaya, Esp.
Professor
TECNOGEO GROUND - PR
Fábio de Paiva Brumano, Esp.
Professor
KELLER TECNOGEO - RJ
Guilherme Soler da Silva, Esp.
Professor
Geoprova - SP
Lilian Terezinha M. Swinka, Esp.
Professor
Fugro - PR
Urbano Alonso, Esp.
Professor
Urbano Alonso Consultoria e Projetos - SP
O IDD está preparando uma novidade para a sua formação, com cursos que irão turbinar o seu currículo.

Quer saber mais?